Nesse artigo vamos falar sobre a importância de distratar.

Negócios são construídos com base no relacionamento entre as pessoas envolvidas, mas justamente por isso, nem sempre é confortável e prazeroso passar por um distrato com pessoas que oportunamente colaboraram num momento anterior e que, de repente, já não fazem mais sentido para o estágio atual da empresa.

Portanto, se um relacionamento não funcionou em certo ponto, tudo bem, entenda que ao adquirir consciência disso, uma nova janela de oportunidade se abre, onde você pode optar por insistir no processo anterior ou, então iniciar um novo ciclo, o que sempre vai se traduzir como um próximo momento para a empresa, que invariavelmente amadurece.

A lógica para o distrato é:

Você precisa saber soltar, e entender que tudo é uma evolução do passo anterior.

Contrato não prende ninguém, o que prende são pessoas compartilhando um propósito e uma cultura de ganha-ganha na empresa.

O contrato vem para “colocar os pingos nos is “, para gerar alinhamento, alinhar as expectativas para que possamos produzir mais e melhor.

Lembre-se sempre, o jurídico deve oferecer suporte ao mundo real, nunca o contrário, senão você pode vir a ter sérios problemas no futuro por sustentar um cenário artificial.

Compreendido o papel da cultura neste processo, é importante que o distrato seja formalizado como um registro desta separação e traga, assim, garantias de que qualquer estresse que possa surgir desta situação não perdure quando já pensar estar resolvido, atrapalhando o foco nos próximos objetivos da empresa.

Neste aspecto, descrever os termos do distrato que está sendo feito e precisará ser cumprido, assim como cláusulas que tragam garantias de confidencialidade, propriedade intelectual e não competição são recomendadas. Nunca se esqueça o que 1 não quer 2 não fazem.

A lógica é que “só vai pra frente! Um distrato jamais será ruim se o foco for o desenvolvimento da organização”. E se não der certo, mantenha-se tranquilo(a), as pessoas certas tendem a aparecer no caminho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *